Tijucas do Sul/PR - Terça, 12 de fevereiro de 2019

REPOSTA A MATÉRIA VEICULADA NO JORNAL O REPÓRTER, EDIÇÃO 411 DE 08 DE FEVEREIRO DE 2019.

CÂMARA DE VEREADORES NÃO ENCERRA PROCESSO DE FISCALIZAÇÃO INTERNA

 

Totalmente diferente do texto publicado no Jornal O Repórter, Câmara de Vereadores de Tijucas do Sul não encerrou processo de fiscalização interna, tendo encaminhado cópia de todos os documentos para o Ministério Público e realizado consulta presencial ao Tribunal de Contas do Estado do Paraná afim de tomarem devidas providências. Outras medidas internas ainda estão sendo adotadas.

 foto 2

Em grave e inconsequente afirmação reproduzida no jornal O Repórter, na edição 411 de 08 de fevereiro de 2019, foi publicado matéria afirmando que a Câmara de Vereadores teria arquivado o caso envolvendo irregularidades praticadas por ex-funcionário da Casa ocupante do cargo de técnico em contabilidade.

A Câmara de Vereadores por sua vez, encaminhou todos os documentos produzidos durante o processo administrativo ao Ministério Público e ainda, realizou consulta presencial no Tribunal de Contas do Estado do Paraná, para que estes órgãos tivessem conhecimento dos fatos e tomassem as devidas providências.

O Legislativo Municipal, cumpriu com todas as exigências contidas em Lei. Tomou a devida providência quanto ao funcionário tendo-o demitido e realizado cobrança administrativa. Após, foi encaminhado também todo o processo a Prefeitura, a fim de que houvesse inscrição em dívida ativa dos valores devidos pelo funcionário em favor do patrimônio municipal.

O fato da Câmara levar todos autos diretamente aos órgãos de controle e fiscalização, no caso MP e TCE, demonstra a boa-fé e transparência por parte da atual presidência a fim de que todos os fatos sejam apurados e providências sejam imediatamente tomadas por parte de quem compete.

A jornalista Dayanne Wozhiak esteve na Câmara Municipal na tarde do dia 06 de fevereiro de 2019, quando se reuniu com o Presidente da Câmara Municipal e o assessor jurídico da Casa, tendo inclusive pedido autorização para gravar o áudio da entrevista para colher as informações que seriam publicadas.

Todavia, as versões publicadas no jornal foram distorcidas.

O Presidente da Câmara Municipal formulou consulta ao Tribunal de Contas sobre o entendimento daquela Corte a respeito da possibilidade ou não da realização de uma perícia contábil a ser realizada por empresa contratada, e não por profissionais do quadro próprio da Câmara Municipal. Entretanto até o momento não foi respondida pelo Tribunal de Contas, motivo pelo qual a licitação para realização de perícia (que inclusive já foi realizada), encontra-se aguardando homologação. Caso o Tribunal autorize a perícia em questão, a Câmara Municipal imediatamente a realizará.

Ressalta-se que a Câmara de Vereadores, em especial por parte de seu presidente, José Antônio dos Santos, em momento algum quis acobertar ou ocultar qualquer fato sobre a irregularidade realizada por funcionário do setor de contabilidade, sendo todas as informações pertinentes ao caso, publicadas do Diário Oficial do Município para consulta pública.

Esta Casa de Leis preza pela transparência e legitimidade de seus atos e zela pelo patrimônio público e bem-estar de toda a população de Tijucas do Sul.

Related posts